Cruz Vermelha Brasileira RJ prepara ação para o Dia Nacional do Voluntário

27/08/2014 16:00

Por: Rosi Rabelo

Nessa quinta-feira (28), a Cruz Vermelha Brasileira - RJ realizará um evento em comemoração ao Dia Nacional do Voluntário, que  contará com apresentação de filmes, debates sobre temas da Instituição, oficina de projetos humanitários e apresentação de trabalhos da CVB-RJ.

O intuito é de incentivar as práticas voluntárias e homenagear os voluntários da Instituição. As atividades serão abertas ao público, tendo início as 9 horas, com café da manhã e intervalo para almoço sendo servidos gratuitamente aos participantes.

Ao fim do evento os departamentos apresentarão seus objetivos, atividades e propostas de trabalho, é a chance dos interessados conhecerem a instituição e se engajarem nas ações realizadas no decorrer do ano. O voluntariado é um dos princípios fundamentais da Cruz Vermelha e há sempre a necessidade de novos voluntários

 

Normas da guerra (em poucas palavras)

22/08/2014 09:00

As pessoas sempre recorreram à violência para resolver controvérsias. E todas as culturas sempre mantiveram a noção de que a violência deve ter limites se quisermos impedir que as guerras se transformem em barbáries. Há normas, por exemplo, que protegem as pessoas que não participam da guerra, os prisioneiros e os feridos. Essas normas estão estabelecidas no Direito Internacional Humanitário (DIH). Sim, mesmo as guerras têm limites. Por isso, atacar os civis constitui um crime de guerra. Hoje, quando celebramos o aniversário de 150 anos da Convenção de Genebra original, o CICV faz um apelo a todas as partes em conflito para que preservem o significado de humanidade ao cumprirem com o DIH. Você pode ajudar compartilhando este vídeo, que explica a essência do DIH.

Fonte: CICV

 

CVB - RJ divulga números de distribuição de donativos em "Noite Solidária"

20/08/2014 09:00

Por: Leonardo Ali

Com objetivo de atenuar o sofrimento humano, a CVB RJ através de seu projeto "Noite Solidária" vem distribuindo agasalhos, cobertores, roupas e alimentos a moradores de rua no Centro do Rio de Janeiro.

Longe de entrar em questões políticas, o projeto visa ajudar àqueles que estão em situações de vulnerabilidade. Quer esteja exposto à fome ou baixas temperaturas.

Desde o dia 21 de julho, a equipe composta por Lilian Bastos, Secretária Geral da CVB RJ e aproximadamente 50 voluntários e funcionários da Instituição, distribuem donativos e conversam com alguns moradores de rua que se encontram no local.

 

Agradecimentos:

A Cruz Vermelha Brasileira - RJ agradece aos parceiros: Drogarias Pacheco, Mundo Verde, Decolar.com, Safran Morpho e a todos os voluntários que contribuem com a missão da Instituição nas causas humanitárias.

 

Distribuição:

As saídas vem acontecendo desde a segunda quinzena de julho e conta com a distribuição de : kit higiene, kit biscoitos, cobertores, roupas e agasalhos perfazendo um total de 243 pessoas atendidas.

 

Em números:

243 sacos contendo: cobertores, roupas, kit higiene e kit lanche.

cobertores: 207 unidades

Biscoitos: 985 unidades/pacotes

Sabonetes: 243 unidades

Pasta de dente: 243 unidades

Cotonetes: 243 unidades / caixas

Escovas de dentes: 198 unidades

Talco cremoso: 486 unidades

Sabonete líquido: 486 unidades

Roupas: 1300 peças

 

Convenções de Genebra - 65 anos

12/08/2014 09:00

A Convenção de Genebra, de 1864, assinada quase que unicamente por países europeus, deu início ao que se convencionou chamar de “direito humanitário“: um conjunto de leis e costumes aplicados à guerra, visando minimizar o sofrimento  de soldados feridos e enfermos, bem como preservar a dignidade de populações civis atingidas por um conflito armado. Foi uma introdução dos direitos humanos na esfera internacional. E, sobretudo, resultado dos esforços  de Jean Henry Dunant  – fundador do Movimento Internacional da Cruz Vermelha – que, após presenciar e organizar os primeiros socorros aos exércitos que se enfrentavam na Batalha de Solferino(em junho de 1859) reuniu uma comissão, na Suíça, para preparar um documento que reduzisse os efeitos da guerra e tivesse a função de regular as ações de atenção aos combatentes feridos em guerra. Essa primeira Convenção, posteriormente, estendeu seus princípios de proteção. E, finalmente, em 12 de agosto de 1949, em Genebra, sob os auspícios da Comissão Internacional da Cruz Vermelha atual Comitê Internacional de Cruz Vermelha, as convenções sobre soldados feridos, prisioneiros de guerra e proteção da população civil  durante os conflitos armados, foram revistas e consolidadas. Tornaram-se, desta forma, quatro tratados internacionais, assinados por quase todos os países do mundo .

As Convenções de Genebra tem por objetivo respeitar o ser humano e preservar sua dignidade, mesmo durante hostilidades e combates. Visa, de forma neutra e imparcial, proteger as pessoas das consequências humanitárias de uma guerra, bem como socorrer e tratar, sem distinção, aqueles que dela fazem parte. Hoje, 150 anos depois da 1ª convenção e 65 anos depois da unificação, vemos o mundo mergulhado em diversos embates bélicos, em diferentes formas de confrontos armados que dizimam populações e exterminam vidas, países e sonhos.

A Cruz Vermelha, presente em cento e oitenta e nove países no mundo, buscando preservar sua missão de atenuar o sofrimento humano e preservar a dignidade dos que são afetados por ele, propõe a todos os seus voluntários, funcionários, parceiros, seguidores e colaboradores, no dia de hoje, a seguinte reflexão :

                                               Até quando  ?

                                               O que podemos fazer ?

                                               Como posso intervir, para que o futuro seja diferente ?

Até quando  ...  vamos olhar a nossa volta, desconsiderando que quem está ao nosso lado é um outro ser humano que, como nós, tem seu percurso na vida já certamente permeado por histórias de dor e sofrimento ?

O que podemos fazer ... para amenizar o sofrimento que nos é semelhante, embora diverso em intensidade e contexto ?

 

CVB RJ participa da Expo Religião 2014

12/08/2014 09:00

Por: Leonardo Ali

A Cruz Vermelha Brasileira -RJ participou no último final de semana da Expo Religião 2014, o evento anual é considerado umas das maiores feiras inter-religiosas que existem no país.

Ainda no cumprimento de sua missão humanitária e seguindo seus princípios de neutralidade e imparcialidade a Cruz Vermelha Brasileira - RJ atuou fazendo a difusão dos princípios humanitários e aferição de pressão gratuita para quem passava no local.

A EXPO RELIGIÃO trouxe novidades em produtos e serviços das áreas: esotérica, Filosofias Orientais, Terapias Holísticas, Literatura e Artigos Religiosos entre outros.

 

Sobre a Expo Religião

A EXPO RELIGIÃO é um espaço que conta com tecnologia e modernidade para receber um público interessado no tema em sua amplitude, tornando-se assim, um importante evento para todas as áreas do saber e uma excelente oportunidade de negócios.

 

Filial de Resende participa do projeto "Noite Solidária"

09/08/2014 09:00

Por: Leonardo Ali

A Filial de Resende, representada por seu presidente Johnny Veríssimo e sua coordenadora Maria Vanusa participaram na noite da última quinta-feira de mais uma entrega de agasalhos, cobertores, roupas e alimentos a moradores de rua no Centro do Rio de Janeiro expostos à fome ou baixas temperaturas.

O projeto "Noite Solidária" é realizado desde o dia 21 de julho e é coordenado por Lilian Bastos, Secretária Geral da CVB RJ e realizado por voluntários e funcionários da Instituição, os quais distribuem donativos e conversam com alguns moradores de rua que se encontram no local.

Distribuição:

As saídas vem acontecendo desde a segunda quinzena de julho e conta com a distribuição de : kit higiene, kit biscoitos, cobertores, roupas e agasalhos perfazendo um total de 166 pessoas atendidas.

 

Plataforma de aprendizagem da Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho

A plataforma de aprendizagem Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho oferece oportunidades de aprendizado para os voluntários, funcionários, membros e parceiros das Sociedades Nacionais, o CICV e a FICV, bem como o público em geral.

A plataforma oferece informações interativas on-line de treinamento e várias ferramentas sociais de aprendizagem: comunidades, fóruns, Q & A e wikis. Registro e acesso são gratuitos.

Clique e baixe o tutorial de aceso ao sistema.

Tutorial.pdf (728680)

Se preferir entre direto no site da plataforma:

https://ifrc.csod.com/client/ifrc/default.aspx

Anúncio

 

Treinamentos de Voluntários para atuarem na JMJ

A Cruz Vermelha Brasileira - RJ informa, com apoio da HMI Serviços Contábeis , três convênios  para beneficiar  seu quadro de colaboradores.

Os benefícios são extensivos aos dependentes  e podem ser adquiridos através da apresentação da carteira de trabalho nos locais conveniados: